29/12/2016

Luiz Neder que agrediu segurança é indiciado por lesão corporal em MG

Luiz Neder e Edvânia Nayara tres corações

Polícia Civil concluiu um dos inquéritos sobre crime em Três Corações. 


Caso ganhou repercussão após marido de delegada ser flagrado em vídeo.


O comerciante Luiz Felipe Neder Silva, de 34 anos, que foi flagrado agredindo a segurança Edvânia Nayara Ferreira Rezende, de 23 anos, durante uma festa em um clube no dia 17 de dezembro em Três Corações (MG), foi indiciado pela Polícia Civil por lesão corporal gravíssima, ameaça e lesão corporal leve. O comerciante ainda responde a um outro inquérito por agressão à companheira, a delegada Ana Paula Gontijo, baseado na Lei Maria da Penha.

Luiz Neder e Edvânia Nayara tres corações

O inquérito que foi concluído pela Polícia Civil também investigou a agressão ao motorista Enioberto José de Jesus, de 30 anos, que tentou separar a briga entre o comerciante e a segurança. O rapaz teve dois dentes arrancados.

O comerciante permanece preso em um presídio da Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), pra onde foi levado por motivo de segurança. Se condenado, ele poderá pegar até 9 anos e 6 meses de cadeia somente no caso das agressões à segurança e ao motorista que tentou separar a briga.


Passagens pela polícia



Segundo a Polícia Civil, Luiz Felipe Neder Silva já havia sido autuado por tráfico de drogas e por tentativa de homicídio. Os policiais, no entanto, não confirmaram a atual situação dos processos.

Segundo parentes, o comerciante estava desempregado. Em 2006, ele trabalhou como agente penitenciário em Belo Horizonte (MG), mas ficou menos de um ano no cargo. A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) não quis comentar o motivo do desligamento. O último lugar em que ele trabalhou foi em uma fábrica de tijolos da cidade. A sociedade durou seis meses.

O comerciante Alexandre Almeida é amigo de Silva e diz que ele é uma pessoa tranquila, mas que não aceita levar desaforos para casa e que se transforma quando ingere bebidas alcoólicas. “O Felipe tem um problema: ele bebeu, ele sai de si, ele sai do sério e se transforma. Ele fica meio agressivo”, disse.

Almeida disse ainda que ele e a delegada Ana Paula Gontijo estavam em uma relação estável há dois anos e que nunca soube dele ter sido agressivo com ela. “São tranquilos, era um casal tranquilo".

No entanto, segundo uma moradora que preferiu não ser identificada, a fama de Silva já era conhecida na cidade. “Em vez de ser Felipe da Bia, que ele era conhecido, o povo nomeou ele como ‘Felipe da briga’, porque onde ele chegava tinha uma briga. A maioria das festas que a gente frequentava era isso que acontecia”, afirmou.

Vídeo:




OUTROS REPORTAGENS:

Luiz Neder é indiciado por lesão corporal em MG

Previous Post
Next Post

Escrito por:

Blog de notícias com as melhores informações do momento sobre diversos assuntos, política, emprego, musica, artigos, tendência e entretenimento.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: